Noturna


Anoitecia baixinho. Os perfumes da madrugada exalavam entre as luzes do céu e levavam seus segredos embora. Era o fim de um começo que por fim se iniciava.

Retirar


Na solidão, enquanto o mundo inteiro celebra suas maravilhas e almas caridosas te convidam para participar, vem o pensamento de que estar lá seria um atentado contra o indizível, como forjar um significado para o que parece não ter significado e estragar a festa.

Urbanos


Aquele acontecimento, o ritual das vidas que tocavam a cena, estava lá visível a poucos metros, do parapeito da ponte até a altura que se acaba no lixo e no movimento reciclável das mentes que andam, param e guiam carros que queimam fósseis.